Como acelerar o processo de encerramento do Windows

Se na hora de desligar seu PC o Windows demora muito para encerrar, o TechTudo mostra como acelerar o processo de desligar a máquina com o sistema operacional. O processo exige que sejam feitos alguns ajustes no registro, e portanto, deve ser feito com extrema cautela pois se trata de um recurso que afeta o funcionamento geral do software. Saiba como fazer.
 
Desligamento demorado? Veja como acelerar o encerramento do Windows (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)Desligamento demorado? Veja como acelerar o encerramento do Windows (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)

Passo 1. Clique no menu Iniciar e digite "regedit" para aparecer a opção do Editor do Registro. A seguir, clique com botão direito sobre ele e selecione a opção “Executar como administrador” e em seguida, autorize a execução do programa;

Executando o registro do Windows pelo menu Iniciar (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)Executando o registro do Windows pelo menu Iniciar (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)

Passo 2. Antes de fazer o procedimento abaixo, lembre-se de fazer um backup do registro do Windows, o que pode ser feito clicando no menu arquivo e escolhendo a opção “Exportar…”;

Fazendo um backup do registro do Windows (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)Fazendo um backup do registro do Windows (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)

Passo 3. Com o Editor do Registro aberto, navegue até a chave HKEY_LOCAL_MACHINE\SYSTEM\CurrentControlSet\Control;

Acessando a chave HKEY_LOCAL_MACHINE\SYSTEM\CurrentControlSet\Control do registro (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito) Acessando a chave HKEY_LOCAL_MACHINE\SYSTEM\CurrentControlSet\Control do registro (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)

Passo 4.Dê um clique duplo na chave “WaitToKillServiceTimeout”, que fica no painel da direita. Mude o valor padrão para “2000″ (sem as aspas). Esse é o tempo, em milissegundos, que o Windows irá esperar, antes de matar um serviço. Depois, clique no botão “OK”, para confirmar;

Alterando tempo de espera do fechamento de serviços (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)Alterando tempo de espera do fechamento de serviços (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)

Passo 5. Agora navegue até a chave HKEY_CURRENT_USER/Control Panel/Desktop e procure uma chave com o mesmo nome da anterior. Se você não conseguir encontrar a chave, basta criar uma nova clicando com o botão direito do mouse, selecionando a opção “Novo -> Valor da Cadeia de Caracteres” e colocando o nome “WaitToKillServiceTimeout” (novamente, sem as aspas) nela;

Adicionando uma nova entrada no registro do Windows (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)Adicionando uma nova entrada no registro do Windows (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)

Passo 6. Dê um clique duplo na chave e mude o tempo que o Windows irá esperar, antes de matar um serviço. Depois, clique no botão “OK”, para confirmar;

Alterando outra chave do tempo de espera do fechamento de serviços (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)Alterando outra chave do tempo de espera do fechamento de serviços (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)

Passo 7. No mesmo painel, encontre a chave “HungAppTimeout”. Se você não conseguir encontrar essa chave, basta criar seguindo o procedimento mostrado no quarto passo. Clique duas vezes sobre a chave para abri-la. Assim como nos passos anteriores, mude o valor para “2000″ e clique no botão “OK”, para salvar as alterações;

Mudando o valor da chave HungAppTimeout (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)Mudando o valor da chave HungAppTimeout (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)

Passo 8. Se você quiser, você também pode configurar o seu sistema Windows para terminar automaticamente as tarefas, sem quaisquer avisos. Para isso, localize a chave “AutoEndTasks” no mesmo painel, clique duas vezes sobre ele e altere o valor para “1″ (sem aspas).

Mudando o valor da chave AutoEndTasks (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)Mudando o valor da chave AutoEndTasks (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)

Pronto! Com essas mudanças, seus sistema ficará realmente muito mais rápido na hora de desligar. Se você tiver algum problema, desfaça cada uma das mudanças manualmente (o método mais recomendável) ou em último caso, volte o backup (dando um clique duplo no arquivo criado) e tudo ficará como antes.
SHARE

About Redação

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário